Ballet Clássico para Adultos Iniciantes, intermediário e avançados, sempre um desafio e a realização de sonhos…

Revista Época em 2004:

02/12/2004 – 15:30 | Edição nº 342

Comportamento

Balé para maiores

A dança entre adultos virou moda nas academias e reúne iniciantes apaixonadas pelas sapatilhas

ELISA MARTINS

 
 
EXIGÊNCIA
As aulas para a turma madura respeitam os limites de faixa etária

Sai a música bate-estaca das academias de ginástica, entram as composições de Mozart, Beethoven e Bach. A combinação de clássicos e dança é a escolha da vez de adultos que encontraram no balé a fórmula perfeita para fazer bem ao corpo e ao espírito. São iniciantes que nunca fizeram aula ou praticaram apenas quando crianças. Nem de longe pensam em se profissionalizar. Dançam por puro prazer, sem se preocupar se a idade de usar sapatilhas já passou. ”A aula me dá energia, quando acaba parece que tenho 13 anos de novo”, conta a dona de casa Margot Nunes, de 62 anos, que fez balé quando menina. Depois que se casou, aos 21, ela deixou de treinar plié e pas-de-deux. Hoje, conta com orgulho que já fez aula com uma filha e a neta.

A moda tem se espalhado por vários espaços de dança e conquistou famosas. Apesar de já terem passado dos 30 anos, a cantora Fernanda Abreu e as atrizes Vera Holtz e Leticia Spiller são alunas assíduas. A dinâmica da aula é basicamente a mesma da ensinada à garotada. ”Fazemos aquecimento no chão, seguido de exercícios tradicionais na barra e movimentos no centro da sala”, explica Priscilla Teixeira, dona do Tex Studio de Dança. A diferença está na exigência. Afinal, a faixa etária dos alunos chega a ultrapassar os 60 anos. ”Não se cobra técnica apurada. Cada um vai no limite de seu corpo”, conta Priscilla. Professor há 30 anos, Jean Dubrul, da Patricia Sauer Arte & Dança, faz coro. ”Não é para ser sacrifício, mas prazer.”

CORPO EM FORMA
Fazer balé depois dos 30 anos tem muitas vantagen
s
 Melhora postura, flexibilidade e equilíbrio
 Fortalece a musculatura de pernas e braços
 Afasta o risco de osteoporose
Trabalha concentração e disciplina
Reforça a auto-estima

E que ninguém pense que é puro revival dos tempos de balé na infância. Dançar dá trabalho. Entre tantos rodopios, dobrar joelho e ficar na ponta do pé, queimam-se calorias e a musculatura de pernas e braços se fortalece. Melhor: não há stress que resista aos encantos da música clássica. A lista de benefícios é grande. ”O balé melhora a postura, trabalha a concentração, a flexibilidade e a auto-estima”, enumera a professora Martha Lúcia Nogueira, da academia Arte em Movimento, no Rio de Janeiro.

Haja memória para tantas coreografias. ”O mais difícil é decorar as seqüências e sincronizar braços, pernas e cabeça”, diz a artista plástica Julieta Cavalcanti, de 38 anos. O ator Fábio Nascimento, de 27 anos, trocou seis anos de jiu-jítsu pelo balé há dois meses. ”Tinha certo preconceito, mas as aulas me deixaram mais à vontade no teatro.” O único porém é saber de cor os nomes dos movimentos, todos em francês. Para não perder um só passo, Fábio comprou um dicionário.

 

VENHA VOCÊ TAMBÉM FAZER PARTE DESTA TURMA!

INICIANTES NO STUDIO ANA ESMERALDA: Professora Karen Ribeiro

SEG E QUA – DAS 9H30 AS 11H

TER E QUI – DAS 19H AS 20H30

SÁBADOS – DAS 13H AS 14H30

Marque uma aula experimental gratuita: (11) 3884.4430

acessem: http://balletadulto.wordpress.com

e

www.anaesmeralda.com.br

Esperamos sua visita!!!

Anúncios

5 respostas em “Ballet Clássico para Adultos Iniciantes, intermediário e avançados, sempre um desafio e a realização de sonhos…

  1. Tenho mais de 50 anos, e quero aprender ballet classico, eu quero e vou aprender
    estou diretora de um projeto social onde atuamos com a arte e cultura , e vejo que através da dança alguns objetivos tem alcançado resultados, com meninas e meninos que transformam suas vidas.

    Por favor quero dançar ballet e criar em nosso projeto um grande movimento Pliê e alongê

    voce pode me ajudar ?
    Adelia

  2. Meu nome é Mateus, tenho 16 anos e o meu maior sonho era aprender a dançar ballet, mas como moro no interior da bahia, numa cidade que não tem nehuma academia de dança ou algo assim, acho que o meu sonho irá adormecer e nunca o realizerei. Além do mais tem o preconceito que é muito grande, principalmente na minha cidade, não ligo, mas é difícil de lidar com isso. Só tenho a internet para poder assistir vídeos ou ler sobre o ballet. Acho interessante e lindo os passos, a postura, os movimentos, enfim, tudo é lindo. Se pudesse irria “correndo” dançar e realizer o meu sonho.

Obrigada!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s